Casos de sucesso

Servidor para contabilidade com alto nível de processamento

Descrição

Com o crescimento dos negócios e aumento no número de clientes, os escritórios contábeis podem precisar se modernizar e ir em busca de soluções tecnológicas para facilitar os processos. Sendo assim, um servidor para contabilidade com alto nível de processamento pode ajudar muito na produtividade.

 

Neste texto, vamos falar sobre servidor para contabilidade dando como exemplo a empresa Metrópole Serviços. Se restarem dúvidas, fale conosco. Nossos profissionais estão prontos para esclarecê-las e apresentar as melhores soluções tecnológicas para seu negócio.

 

Boa leitura!

 

 

SERVIDOR PARA CONTABILIDADE: CASE METRÓPOLE SERVIÇOS

 

A Metrópole Serviços nasceu dentro da Metrópole Serviços Contábeis e criou vida própria. Focada na administração de condomínios e profissionais liberais, demonstrou grande inovação na área tecnológica, trazendo a utilização de softwares de gestão contábil de alta qualidade para auxiliar na produtividade do trabalho prestado.

 

Com o passar dos anos, devido a necessidade de investimento em servidores, link de internet dedicado, link de internet redundante, nobreak e demais equipamentos fundamentais para manter a qualidade do projeto, criou-se uma infraestrutura excepcional. Mas, a empresa encontrou um gargalo quando se fez necessária a utilização dos serviços em home office. Os colaboradores da Metrópole precisavam utilizar os softwares contábeis e de administração dos condomínios de suas próprias casas e a infraestrutura atual não atendia a essa demanda com qualidade.

 

A necessidade de um novo investimento em equipamento e aumento na velocidade do link, apresentou a possibilidade de inovar ainda mais, trazendo toda sua tecnologia contábil e de administração de condomínio para um servidor de contabilidade em nuvem.

 

 

O QUE É UM SERVIDOR EM NUVEM?

 

A computação em nuvem nada mais é que um conceito que se refere a utilização de memória, processamento e armazenamento, usando computadores em grade, conectados por meio da internet. Uma tecnologia que fornece um serviço redundante e escalável. A questão é que soluções tradicionais de servidores em nuvem, como Amazon, Azure ou Google Cloud, tendem a ter um valor consideravelmente alto para pequenas empresas.

 

Para a necessidade da Metrópole, por exemplo, apresentamos uma proposta de servidor virtual, que se baseia no conceito da web 2.0. Só que nesse modelo, ao invés de vender sistemas como serviço, estamos vendendo servidores como serviço.

 

 

QUAL A DIFERENÇA ENTRE SERVIDORES VIRTUAIS E SERVIDORES EM NUVEM?

 

A diferença principal está na redundância. Serviços da Amazon, Azure e Google Cloud tendem a ter uptime, ou seja, um tempo de funcionamento superior a 99,999% do mês. Já nossos servidores virtuais, tendem a ter uptime superior a 99,8%. Ou seja, é possível que nossos servidores virtuais fiquem até 90 minutos fora do ar por mês.

 

Evidente que trabalhamos para chegar próximo de 100% e conseguimos em praticamente todos os meses.

 

 

MAS, SE A QUALIDADE É SUPERIOR, POR QUE NÃO UTILIZAR SERVIDORES EM NUVEM?

 

Recomendamos e atuamos com a Amazon, Azure e Google Cloud, mas, para pequenas empresas e empresas que estão dando os primeiros passos, o valor do investimento pode não estar dentro das possibilidades do negócio. Por exemplo, nosso servidor virtual é 655% mais barato que o mesmo servidor na nuvem da Amazon.

 

Mas, atenção! É importante destacar que empresas com sistemas críticos não podem ficar fora do ar nem por 5 minutos, então precisam de uma qualidade superior de sistemas em nuvem. Nestes casos, é interessante investir e contratar serviços da Amazon, por exemplo, mesmo que a fatura seja 655% maior. No entanto, pequenas empresas podem utilizar serviços de alta qualidade, mas que não, necessariamente, tenham um valor tão alto.

 

 

SERVIDOR VIRTUAL X SERVIDOR EM NUVEM

 

Qual é a melhor opção? A resposta é: depende da necessidade de sua empresa. A principal vantagem do servidor virtual é o preço, que é menor do que o servidor em nuvem. Já a desvantagem do servidor virtual é que ele está sujeito a problemas físicos que podem causar indisponibilidade.

 

Por outro lado, utilizando servidores em nuvem, a principal vantagem é a disponibilidade, já que uma nuvem é formada de vários servidores e, caso algum deles tenha um problema técnico, os demais servidores assumem o seu papel sem interferir no funcionamento da nuvem. O lado negativo é o alto investimento para obter toda essa redundância e qualidade que a nuvem fornece.

 

Mas no final, a questão é descobrir se os 0,02% a mais na disponibilidade, que equivalem a menos de 5 minutos por dia de indisponibilidade, vale um investimento cerca de 655% maior. Independente da sua necessidade, podemos te ajudar.

 

Infográfico sobre a diferença entre servidor virtual e servidor em nuvem

 

 

A INOVAÇÃO DO SERVIDOR PARA CONTABILIDADE

 

Algumas empresas ainda atuam com infraestrutura local, com links de internet que oscilam a todo o tempo, pagando manutenção em peças que dão problemas de forma recorrente e fazendo investimentos para realizar a aquisição de melhorias para a infraestrutura. Por que não inovar?

 

Nosso servidor virtual com 32GB de memória, processador Intel Xeon, 1TB de espaço em disco (SSD) e internet dedicada de 200MB está com um custo mensal de R$ 480,00.

 

Para adquirir um servidor com a mesma configuração, o valor médio é de R$ 15.539,00. Um link de internet dedicado de 30MB, velocidade bem inferior, está em média R$ 1.200,00 mensal. Ainda precisamos lembrar do custo com a energia elétrica, nobreak e demais equipamentos, além da necessidade de manutenção.

 

Por exemplo, se a placa mãe de um dos servidores da nuvem ou do nosso servidor principal der problema, a troca é realizada totalmente sem custo e garantindo a disponibilidade. Já no caso da infraestrutura local, o investimento médio para a troca da placa mãe é de R$ 4.000,00. Ou seja, um investimento altíssimo em um patrimônio que sofre uma desvalorização constante, de acordo com as atualizações na tecnologia. Após alguns anos, possivelmente seu servidor estará obsoleto e a necessidade de investir em um novo equipamento mais moderno vai aparecer.

 

Com a utilização do servidor virtual ou do servidor em nuvem, além de não ter um valor de investimento inicial como na aquisição da infraestrutura local, a escalabilidade é ponto fundamental. Isso quer dizer que, de acordo com a necessidade de sua empresa, você pode atualizar seu plano para melhorar seu servidor sem ter que adquirir uma nova peça. Basta solicitar mais memória, processamento ou espaço em disco no servidor, sem pagar um centavo pela aquisição, acarretando apenas em um reajuste no valor da mensalidade.

 

Além disso, as necessidades do negócio mudam a todo momento. Sendo assim, investir em infraestrutura pode não ser o caminho. E se daqui a 6 meses o mercado mudar e não for mais necessário a utilização desse servidor? Como fica todo o valor investido em equipamentos? No caso do servidor virtual ou do servidor em nuvem, basta cancelar, não tem contrato ou tempo mínimo de permanência, ou seja, você usa exatamente até quando precisar.

 

 

CONCLUSÃO

 

Se, assim como a Metrópole, sua empresa está precisando investir em servidor para contabilidade e melhorar os processos e a produtividade dos serviços, a Inove Dados está pronta para ajudar e apresentar as melhores soluções tecnológicas para seu negócio. Analise nossos planos ou entre em contato  para conversar com um de nossos consultores.

Sumário
Criado por

Inove Dados

Entregue em

agosto 25, 2017

Habilidades

Infraestrutura e segurança de servidores

Compartilhar